Páginas

sábado, 22 de outubro de 2011

Você sabe o que é Rinoplastia Étnica?


  • A cirurgia do nariz, conhecida como rinoplastia, está entres as 10 mais realizadas no Brasil
  • A Rinoplastia Étnica atrai cada vez mais interessados em harmonizar as feições faciais a avalia a origem racial do paciente

A rinoplastia é uma modalidade da cirurgia plástica que promove visíveis modificações na aparência, melhora a respiração e, é claro, tem seus efeitos no comportamento de quem a realiza. Este tipo de procedimento está entre os mais procurados pelos brasileiros, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
O cirurgião plástico Dr. Marcelo Wulkan (CRM-SP 108732), membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da Rhinoplasty Society e coordenador do Núcleo Avançado de Rinoplastia da Clícnica Dr. Marcelo Wulkan, relata que mais de 50% dos pacientes que procuram esta cirurgia em seu consultório, atualmente, desejam corrigir problemas estéticos. "A Rinoplastia é um procedimento comum dentro da cirurgia plástica, e tem como objetivos principais promover a modificação do tamanho e do formato do nariz, ao mesmo tempo em que otimiza a respiração, além de atenuar traços étnicos em pessoas de origem oriental, africana, países árabes e do mediterrâneo".

Nos casos de Rinoplastia Étnica, o especialista alerta sobre a importância da consulta inicial, principalmente para o paciente de outra etnia. "É nesse momento que o paciente pode expôr ao médico o que realmente o incomoda e o que deseja mudar. A partir dai, se faz uma avaliação do formato do nariz, seus ângulos e seu grau de harmonia facial. Assim, o médico chegara a uma melhor opinião sobre o que deve ser mudado", esclarece Dr. Marcelo Wulkan.

Outra etnia que também procura pela Rinoplastia são os africanos, que têm a pele nasal mais grossa, o osso curto e as asas nasais abertas. Segundo o Dr. Wulkan, a Rinoplastia poderá aumentar o dorso, a projeção do nariz, esculpir a ponta nasal, além de reduzir as asas nasais.

Técnica Aplicada

De acordo com  cirurgião plástico, a intervenção cirúrgica pode ser realizada de forma aberta ou fechada, conforme as preferências do médico e as características do nariz a ser operado. A técnica fechada é realizada por dentro do nariz, por meio de incisões por dentro das narinas. Ela oferece visualização limitada das cartilagens e ossos. Já a técnica aberta de rinoplasta estruturada se diferencia por permitir uma visualização completa e pode oferecer resultados mais previsíveis e duradouros. Isso ocorre pois a técnica aberta usa enxertos de sustentação e pontos de fixação das estruturas internas para minimizar a distorção dos resultados ao longo dos anos pela contração cicatricial. Independente da técnica usada, o procedimento pode reduzir ou aumentar o tamanho do nariz, alterar a forma do dorso, diminuir o tamanho das narinas, afinar a ponta e alterar o ângulo entre o nariz e o lábio superior.
Mas, é preciso alertar que não é em 100% dos casos que a rinoplastia gera bons resultados. Para a cirurgia ser positiva, é necessário não exagerar nas modificações e fazer somente o mínimo necessário. "Alguns dos motivos para o insucesso são as características desfavoráveis dos pacientes, como ter pele muito grossa, o que limita o grau de definição, má execução da técnica cirúrgica, colocação errada do curativo e a resposta do paciente durante a cicatrização", explica o médico.
Ao final da cirurgia, alguns cuidados são necessários para que o resultado desejado seja obtido. "Evitar traumas no nariz por 6 semanas, não tomar nenhum medicamento sem prescrição médica, não fumar durante um mês e não ingerir bebidas alcoólicas por sete dias, são atitudes essenciais a serem tomadas pelo paciente", afirma. Quanto aos resultados, nos primeiros três meses já se notam aproximadamente 60% do visual final, já com a diminuição do inchaço. Ao fim do primeiro ano, mais 20% poderá ser observado. "É preciso ter paciência e entender o processo. O refinamento do resultado final começará a aparecer entre um e três anos após a cirurgia", finaliza Dr. Marcelo Wulkan.

Perfil Dr. Marcelo Wulkan


O dr. Marcelo Wulkan é cirurgião plástico membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Em 2008, estudou na Universidade de Harvard, onde teve treinamento cirúrgico diário no Center for Minimally Invasive Surgery e produziu diversos artigos médicos com a Division of Plastic and Reconstructive Surgery. Convidado para ministrar aulas para a equipe de cirurgiões da Universidade de Harvard em 2008, Dr. Wulkan recebeu menção honrosa e se tornou um dos cirurgiões plásticos brasileiros mais jovens a apresentar as técnicas brasileiras de cirurgia plástica para os médicos de Harvard. Na Universidade de Pittsburgh, dedicou-se ao estudo de células gordurosas e células tronco, aperfeiçoamento de técnicas em contorno corporal inclusive relacionadas a pós-grande perda de peso. Com isso, foi convidado a fazer parceria inédita e pioneira do Brasil com EUA no campo de contorno corporal pós-grande perda de peso/pós gravidez/anti-envelhecimento, sendo o único representante da América Latina do Wulkan-Hurwitz Center of Plastic Surgery.
No New York University Medical Center, aprofundou-se em plástica reconstrutora. No Manhattan Eye, Ear and Throat Hospital (MEETH), instituição que realiza o maior número de cirurgias estéticas do mundo, também em Nova Iorque, teve foco em rinoplastia, cirurgia de rejuvenescimento facial/pescoço (lifting facial), cirurgia de pálpebras e supercílios, orelha, abdômen, mama e lipoaspiração. O Dr. Marcelo Wulkan também focou seus estudos em rinoplastia em Dallas e Chicago, berço da cirurgia nasal moderna. Em 2011, foi o médico mais jovem aceito como membro na história da Rhinoplasty Society, a mais importante sociedade mundial de médicos com foco em rinoplastia e reconstrução nasal. Sob sugestão do Dr. Robert M. Goldwyn de Harvard criou o Núcleo Avançado de Rinoplastia para atender os pacientes que desejam respirar melhor e ter uma aparência nasal estética mais adequada.
Dr. Wulkan é autor de dezenas de artigos científicos publicados no Brasil e exterior, palestrante constantemente convidado a congressos/simpósios, autor do capítulo sobre rinoplastia no recém lançado livro "Cirurgia Plástica: Os Princípios e a Atualidade" (São Paulo: Editora Guanabara Koogan; 2011). Atualmente, ele opera no Hospital Israelita Albert Einstein e no Hospital São Luiz, ambos em São Paulo.

Fonte da Imagem: s.mag

Um comentário:

  1. Morro de medo de cirurgia plástica. Mas com esse dr. Marcelo até dá para pensar.
    bj

    ResponderExcluir

Olá Meninas:

Não deixe de comentar, se quiser deixe o link do seu blog para que eu possa conhecer.
Sua opinião é muito importante para mim.

Bjkas
VAN

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...