Páginas

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Saiba o que é necessário para realizar cirurgia de aumento das mamas com segurança

A escolha do cirurgião, do hospital e da prótese de silicone é fundamental para um resultado natural e seguro


A nova normatização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) garantirá a segurança dos médicos na escolha da melhor prótese para seus pacientes.  De acordo com o cirurgião plástico Dr. Alan Landecker (CRM 87043), Membro Titular e Especialista em Cirurgia Plástica pela SBCP - Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, membro da International Society of Aesthetic Plastic Surgery (ISAPS), os testes que estão em andamento no Instituto Nacional de Metrologia Qualidade e Tecnologia (Inmetro) devem comprovar o que os bons cirurgiões já sabem a respeito das melhores próteses do mercado, ou seja, que elas necessitam ter várias camadas de silicone na cobertura, de sete a oito, e também silicone interior de boa qualidade, com textura próxima ao tecido da mama e autorizado para uso médico, nunca industrial, como foi o caso das próteses europeias que apresentaram problemas.

Outro cuidado importante que se dever ter com as próteses é o de registrar os detalhes do produto - marca, lote e número de série - em três lugares para garantir a segurança do paciente, no caso de algum problema. “O médico deve sempre afixar etiqueta com os detalhes da prótese na descrição cirúrgica do hospital, no prontuário e na documentação entregue ao paciente”, alerta o especialista.

Além dos requisitos técnicos oferecidos pelas próteses, um resultado seguro e natural está diretamente ligado a excelência do profissional médico que executa a cirurgia e também do ambiente onde ela é realizada. Segundo o Dr. Alan Landecker é necessário sempre consultar um cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e realizar o procedimento cirúrgico em um hospital que tenha Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “Há também exames indispensáveis antes da realização da operação, entre eles a ultrassonografia mamária para as pacientes abaixo de 30 anos e mamografia para as acima desta faixa etária. Só assim o médico poderá avaliar a saúde das mamas e constatar a presença de nódulos, ou mesmo um câncer de mama”, afirma o médico.

De acordo com o Dr. Alan Landecker, uma prótese de boa qualidade implantada por um bom cirurgião pode demorar de 15 a 20 anos para ser trocada, mas a paciente precisar realizar mamografia digital ou ressonância magnética anualmente, a fim de verificar a saúde das mamas e a condição da prótese implantada.
O escândalo internacional envolvendo as marcas francesa Poly Implant Prothese (PIP) e a holandesa Rofil, acusadas de usar silicone inapropriado aumentando o risco do implante romper ou vazar e provocar problemas de saúde, fez as autoridades sanitárias mundiais,  inclusive Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA),  a mudar as regras para aumentar a segurança dos pacientes e cirurgiões plásticos. No Brasil, as próteses de silicones importadas e nacionais terão de ter aprovação do Instituto Nacional de Metrologia Qualidade e Tecnologia (Inmetro) para serem comercializadas.


Perfil
Dr. Alan Landecker, formado em Medicina e Cirurgia Geral pela Universidade de São Paulo, iniciou sua formação em Cirurgia Plástica com o Professor Ivo Pitanguy, com quem trabalhou durante três anos. Tornou-se Membro Titular e Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e, também membro da prestigiada International Society of Aesthetic Plastic Surgery (ISAPS). Realizou pós-graduação/especialização clínico-cirúrgicas nas Universidades de Miami, Alabama, Pittsburgh, New York e Texas Southwestern, um dos mais importantes centros de formação em cirurgia plástica dos Estados Unidos, o que permitiu desenvolver estudos que foram apresentados em eventos científicos e publicados em revistas internacionais especializadas.
Após alguns anos de prática no Brasil, Dr. Alan Landecker voltou aos Estados Unidos a convite do Dr. Jack P. Gunter, um dos criadores da técnica de Rinoplastia Estruturada. Tornou-se então, especialista em cirurgia plástica de nariz pela University of Texas Southwestern, sendo atualmente instrutor do prestigiado Dallas Rhinoplasty Symposium (curso teórico-prático em cirurgia de nariz, realizado anualmente em Dallas, Texas – EUA), além de ser autor de vários capítulos do livro Dallas Rhinoplasty: Nasal Surgery by the Masters, best seller mundial sobre cirurgia de nariz, atualmente.

Outros procedimentos realizados pelo Dr. Alan Landecker:Face – Mamas – Implantes Mamários - Abdome – Lipoaspiração – Pálpebras – Orelhas – Braços – Coxas Cirurgia Reparadora - Procedimentos faciais estéticos

Fonte Imagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Meninas:

Não deixe de comentar, se quiser deixe o link do seu blog para que eu possa conhecer.
Sua opinião é muito importante para mim.

Bjkas
VAN

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...