Páginas

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Veja as técnicas mais modernas da cirurgia plástica para contorno corporal pós-grande perda de peso


O que fazer com o excesso de pele após atingir o peso ideal? Especialista diz que há técnicas, bastante utilizadas nos Estados Unidos, que podem atuar, numa única cirurgia, em todas as regiões do corpo do paciente que necessitam de remodelamento.

Foto: Divulgação
  Nos últimos anos, as cirurgias de contorno corporal para retirar o excesso de pele após grande perda de peso têm crescido consideravelmente no Brasil. Na clínica do Cirurgião Plástico e Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Dr. Marcelo Wulkan, por exemplo, a procura pelo procedimento cresceu, em média, 10% ao ano, desde 2009. O especialista ainda afirma que o aumento por esse tipo de intervenção também se deve ao aprimoramento de algumas técnicas, já disponíveis no Brasil.

Quando chega o momento de recorrer ao bisturi, significa que o paciente alcançou o objetivo, portanto, é um vencedor, o que melhora muito a autoestima. Independente do caminho percorrido, seja por meio de exercícios intensos, dietas ou até mesmo resultado de um procedimento bariátrico, o paciente quer mais, ou seja, para concluir o seu sonho de obter um corpo bonito, deve-se fazer o contorno corporal. Porém, antes de usufruir dos benefícios da plástica, o médico alerta que o paciente deve ter cautela.

"È extremamente necessário aguardar de 12 a 18 meses após alcançar o peso ideal, pois não pode haver variação no peso, nem para cima, nem para baixo", alerta Dr. Wulkan, que é integrante e possui vasta experiência adquirida no Hurwitz-Center for Plastic Surgery, um dos mais importantes centros de contorno corporal pós-grande perda de peso do mundo.

Ao se olhar no espelho, o paciente percebe que as sobras de pele são extremamente visíveis em diversas regiões do corpo, o que é normal, mas que podem ser tratadas. Não existe uma região específica para começar a intervenção. "O local onde será realizada a cirurgia não pode ser indicado pelo médico, pois cada pessoa tem um objetivo diferente, ou seja, a intervenção começará de acordo com a região que mais incomoda cada um. Portanto, essa decisão é personalizada", diz o médico.

 Tipos de procedimentos

Dr. Wulkan ainda observa que as cirurgias de contorno corporal são, na realidade, a oportunidade de restaurar a relação ideal de conteúdo (gordura) e continente (sobra de pele). "Nestes casos, o paciente perde grande parte de seu "conteúdo" e ocorre uma inversão da proporção de "continente", ou seja, agora há excesso de pele. Portanto, a cirurgia visa principalmente trazer de volta o equilíbrio dessa relação", explica.

As técnicas mais modernas para contorno corporal vêm dos Estados Unidos. Uma delas possibilita, por exemplo, realizar o maior número de procedimentos numa mesma etapa, quer dizer, atuar conjuntamente em diversas regiões do corpo.

TÉCNICAS

 UPPER BODY LIFT

 É o procedimento cirúrgico onde se aborda de uma só vez toda a parte superior do tronco. Portanto, a plástica de mama (masculina ou feminina) é realizada em conjunto com a plástica dos braços e lipoescultura local.

 LOWER BODY LIFT

É o procedimento cirúrgico no qual se aborda de uma só vez toda a parte inferior do tronco. Portanto, a plástica de abdome é realizada em conjunto com o lifting de coxa, remodelamento de nádegas e lipoescultura local. Se necessário, pode-se também aumentar o volume das nádegas.

 TOTAL BODY LIFT

 É uma abordagem uniforme que retira o excesso de pele pendente da face, mamas, braços, coxas, abdome em toda sua circunferência, além do remodelamento de nádegas (com ou sem aumento de seu volume).

 Durante a consulta médica serão explicados todos os detalhes dos procedimentos, assim como eventuais intercorrências. "Além disso, o acompanhamento nutricional é imprescindível para se evitar complicações e até mesmo para melhorar a qualidade de cicatrização. Quando necessário, nosso apoio psicológico-psiquiátrico trará mais confiança ao paciente em toda sua jornada de busca ao novo contorno corporal", conclui Dr. Wulkan.

 Fonte: Dr. Marcelo Wulkan - Cirurgião Plástico-CRM 108732- RQE 28948

Médico cirurgião plástico, membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da International Confederation for Plastic, Reconstructive & Aesthetic Surgery (IPRAS). É também o "active member" mais novo da história da Rhinoplasty Society, a mais importante sociedade de cirurgiões plásticos do mundo com foco em rinoplastia. Foi o cirurgião plástico estrangeiro mais jovem a apresentar aula em Harvard-BIDMC. Após o término de sua residência em cirurgia plástica, optou por se especializar ainda mais em cirurgia plástica estética e reconstrutiva nos Estados Unidos em Harvard, New York University, University of Illinois at Chicago e University of Pittsburgh. Com o conhecimento adquirido nos EUA, o Dr. Wulkan se tornou o único representante no Brasil e América do Sul de um dos mais experientes centros de contorno corporal/plástica pós-grande perda de peso do mundo: o Hurwitz-Center for Plastic Surgery (centro pioneiro do Total Body Lift). Esta parceria é única e levou à criação do Wulkan-Hurwitz Center for Plastic Surgery visando ajudar pacientes dos EUA, Brasil e outros países a realizar tratamentos completos seguindo rigorosas condições de qualidade e segurança

2 comentários:

  1. São muitas as tecnicas de cirugia.
    O que lamento a falta de oportunidade e de melhores preços sem corrermos riscos de cairmos nas mãos de picaretas.
    Ma ainda vou fazer a minha facial... tenho muitas marcas de expressão que me deixam aparentado mais idade.

    ResponderExcluir
  2. Quando se emagreci com exercícios ,aliado com a alimentação esse excesso de pele é muito pequeno...A não ser muitíssimos quilos né?

    ResponderExcluir

Olá Meninas:

Não deixe de comentar, se quiser deixe o link do seu blog para que eu possa conhecer.
Sua opinião é muito importante para mim.

Bjkas
VAN

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...