Páginas

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Dia do oftalmologista: uma data para enxergar a realidade

Vários problemas oculares graves podem ser diagnosticados em uma consulta de rotina. Cerca de 80% dos casos de cegueira poderiam ser evitados se fossem diagnosticados com antecedência.

Fonte: Google

A visão é o sentido mais importante para o ser humano, responsável por 85% dos estímulos que recebemos desde o nascimento. A criança responde mais ao estímulo visual do que aos outros, o que ajuda em seu crescimento e em sua percepção de mundo, principalmente até os sete anos de idade, onde a visão está em constante desenvolvimento e formação. Da mesma forma, os adultos também precisam visitar regularmente o oftalmologista para diagnosticar e tratar, o quanto antes, possíveis problemas oculares, que possam ser acometidos.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 70% das pessoas com alguma deficiência no Brasil são cegas ou têm baixa visão. No mundo, elas somam entre 50 milhões e 180 milhões de indivíduos deficientes visuais. No Brasil estima-se que há um milhão e 200 mil pessoas cegas e cerca de quatro milhões de deficientes visuais. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% dos casos de cegueira seriam evitáveis com visita regular ao oftalmologista por meio de cuidados básicos como exame clínico e testes complementares.

“Exames de rotina ajudam a diagnosticar precocemente grande parte de problemas que podem danificar a visão. As consultas rotineiras podem detectar doenças silenciosas, que se tratadas no tempo correto, possuem mais chances de sucesso no tratamento”, explica o oftalmologista Luís Sérgio Grecca Júnior, especialista em Plástica Ocular, Vias Lacrimais e Órbita, do D’Olhos Hospital Dia.

Problemas de erros de refração, como miopia, hipermetropia e astigmatismo, também são facilmente diagnosticados nos exames periódicos. Essas consultas são muito importantes também para revelar precocemente diversas doenças que podem levar à cegueira como catarata, glaucoma, degeneração macular, descolamento de retina, entre outras.

“Para o tratamento das doenças degenerativas, como o glaucoma e a degeneração macular relacionada à idade, é essencial o diagnóstico precoce, pois os danos que forem causados não podem ser reparados, mas o tratamento impede a progressão da doença e a consequente  perda total da visão. Em alguns casos, o paciente que já possui algum outro tipo de doença sistêmica, como o diabetes, por exemplo, deve ficar atento às complicações visuais que podem ocorrer,  pois a retinopatia diabética também provoca perdas irreversíveis da visão”, explica Dr. Luís Sérgio Grecca.


Dados da Sociedade Brasileira de Glaucoma (SBG), última pesquisa realizada pelo IBOPE, revela que cerca de 50 milhões de brasileiros acima de 16 anos nunca foram ao oftalmologista. Dos que já foram, cerca de 16 milhões (18%) só o procuraram, apenas, uma única vez. Segundo o médico, o ideal é se consultar com um oftalmologista uma vez ao ano, principalmente para quem tem mais de 40 anos. Esse número de consultas anuais pode ser maior de acordo com as patologias oculares encontradas.


4 comentários:

  1. Fiz meu último exame ano passado, mas preciso retornar pra ver se aumentou o grau e tudo mais.

    ResponderExcluir
  2. Olá Van!
    Nossa, eu até preciso passar no oftalmo, acho que meu grau vai aumentar!
    http://quadrofeminino.com/

    ResponderExcluir
  3. Ótimo post Van, parabéns!
    Temos que ficar de olho na nossa saúde :)

    beijinhos ;*
    http://noostillo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. ótimo post Van, eu consulto 2 x por ano!
    bjs

    ResponderExcluir

Olá Meninas:

Não deixe de comentar, se quiser deixe o link do seu blog para que eu possa conhecer.
Sua opinião é muito importante para mim.

Bjkas
VAN

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...