Páginas

quarta-feira, 24 de junho de 2015

6 mitos e verdades sobre a suplementação alimentar

Especialista da Dr. Shape esclarece as dúvidas, mostrando que os suplementos alimentares são indicados para quem pratica ou não exercícios físicos. Eles também são bons aliados para corrigir deficiências nutricionais e até para prevenir doenças

Foto: Google

É cada vez maior a busca e a oferta de suplementos alimentares no mercado. Consequentemente, crescem também os mitos, dúvidas e falhas em relação ao uso desses produtos. É fundamental, portanto, que os consumidores tenham conhecimento sobre as diferenças que existem entre as diversas opções disponíveis e, especialmente, como utilizá-las.  Veja algumas questões importantes, respondidas por Maria Fernanda Pio, que possui sete anos de atuação em nutrição esportiva e estética, formada pela Universidade Veiga de Almeida (RJ), e consultora técnica da Dr, Shape, uma das maiores redes de suplementos e artigos esportivos do Brasil:


1)      Os suplementos alimentares são indicados apenas para atletas.

Mito. Os suplementos alimentares têm a missão de complementar as necessidades que a alimentação sozinha não consegue satisfazer. Muito comum entre os atletas e praticantes de atividades físicas, engana-se quem pensa que tais produtos são voltados apenas para este público. “Os suplementos também são importantes para corrigir deficiências nutricionais e na prevenção de doenças, como as cardiopatias, situações em que se recomenda o uso do ômega 3, por exemplo”, esclarece Maria Fernanda Pio.


2)      Os suplementos atuam apenas para ganho de músculos.

Mito. “O suplemento foi desenvolvido para repor nutrientes, para prevenir doenças, para complementar e para melhorar o estado nutricional das pessoas. Crianças, adolescentes, gestantes e idosos podem fazer uso dele. O que define a indicação de uma suplementação não é a idade, mas a necessidade do indivíduo que deve ser analisada por um especialista”, orienta Maria Fernanda, que também.

3)      Os suplementos engordam.

Mito. Existem suplementos para diversas necessidades, inclusive os hipercalóricos, para quem precisa ganhar peso. Porém, trata-se de um tipo específico de suplemento. “Os hipercalóricos são indicados para pessoas com magreza acentuada ou para quem deseja aumentar sua massa muscular”, enfatiza a nutricionista. Ela cita, ainda, outras categorias de produtos: “Existem os termogênicos, cuja função é a de potencializar o metabolismo e de acelerar a queima calórica. Já os micronutrientes também são bem procurados, principalmente por pessoas com dificuldade de ingerir vegetais e frutas em quantidades adequadas. Para cada necessidade, o mercado oferece suplementos diferentes”.

4)      O suplemento mais conhecido é o Whey Protein.

Verdade. O Whey Protein é um suplemento da categoria dos hiperproteicos. “Esse tipo de suplemento possui uma função estrutural, indicada para a definição muscular e reparação de microlesões causadas durante a prática de exercícios. A proteína também é prescrita para a manutenção muscular de quem deseja emagrecer, pois durante o processo de redução de peso, pode haver comprometimento dos músculos. Uma das estratégias para evitar este quadro é a prescrição da proteína”, observa Maria Fernanda. Saindo do universo das academias, a especialista também destaca que esta categoria de suplementação é muito indicada para pessoas com dificuldade de comer carnes. “Neste caso, até mesmo crianças em fase de desenvolvimento precisam contar com este reforço”, ressalta a nutricionista. Mas, além do Whey Protein, existem ainda suplementos alimentares à base de carboidratos, aminoácidos, óleos, diuréticos e minerais são facilmente encontradas.

5)      Quem ingere proteína não precisa treinar muito e quanto mais proteína se ingere, mais músculos se ganha.

Mitos. Sobre a proteína, a especialista ainda faz uma reflexão sobre a importância do estímulo gerado por meio dos exercícios físicos. “A proteína tem a função de desenvolvimento muscular, mas não basta consumi-la para que isso aconteça. O estímulo do treino faz-se necessário. As pessoas não devem pensar que quanto mais proteína ingerem, mais massa muscular terão. O conceito correto é: quanto mais eu treino e complemento minha alimentação com uma boa oferta proteica planejada, maior será o meu desenvolvimento muscular. Muitas pessoas estão tomando mais proteína e treinando menos. O certo é treinar mais e usar corretamente os suplementos”, ensina a consultora da Dr. Shape.

6)      Todas as marcas existentes no mercado são boas, principalmente as importadas.

Mito. É preciso adquirir suplementos de renome e com boa avaliação nutricional, já que alguns produtos não contêm os elementos que constam em seus rótulos. No site da Dr. Shape (www.drshapefranquias.com.br), você encontra os endereços das lojas da marca. Nelas, consultores estão à disposição para orientá-lo sobre as melhores marcas de suplementos nacionais e importados. Eles também podem apresentar ao consumidor equipamentos e acessórios que deixam o treino ainda mais eficiente.


Sobre a Dr. Shape


No mercado há 13 anos – e há dois no sistema de franchising – a Dr. Shape é a maior rede multimarcas de suplementos alimentares e artigos esportivos do Brasil. Oferece mix variado de produtos nacionais e importados, além de vestuário fitness, acessórios para a prática de lutas, linha de natação, equipamentos funcionais e até produtos de alimentação saudável em algumas lojas. Em quase dois anos como franquia, a Dr. Shape Suplementos conta com 21 lojas em operação e outras 26 em fase de implantação.


Um comentário:

Olá Meninas:

Não deixe de comentar, se quiser deixe o link do seu blog para que eu possa conhecer.
Sua opinião é muito importante para mim.

Bjkas
VAN

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...